Máxima: 29º | Mínima: 22º
Tempo
Maceió, 24 de Outubro de 2014

Fotos de crianças desaparecidas podem ser exibidas em locais públicos

Trágica morte do menino Felipe motivou a criação de dois projetos para diminuir o número de crianças e adolescentes desaparecidos em Maceió

8/7/2013 às 10:24:57 por Assessoria/Divulgação

A vereadora Heloisa Helena apresentou os dois projetos na última quinta-feira (4)
A vereadora Heloisa Helena apresentou os dois projetos na última quinta-feira (4) (Foto: Ascom Câmara de Maceió)

A trágica conclusão do desaparecimento do menino Felipe Vicente da Silva, de dois anos, levou a criação de um projeto que pede a exibição de fotos de crianças desaparecidas na rodoviária, aeroportos, cinemas, teatros, praças esportivas, clubes recreativos e eventos que aconteçam em Maceió.

O projeto, de autoria da vereadora Heloisa Helena (PSOL) e subscrito pelos seus pares Kelmann Vieira (PMDB), Dudu Ronalsa (PSDB) e Wilson Júnior (PDT), pede a exibição das imagens dos menores desaparecidos através de telões, murais colocados em lugares onde haja acesso do maior número de pessoas, no espaço reservado em publicações internas, no início e no intervalo de todas as sessões de cinema, jogos ou eventos e durante todo o horário de funcionamento.

Entre as justificativas para a implantação desse projeto, está o crescimento do número de desaparecimentos e para diminuir esses dados, é necessário um esforço conjunto dos governos e da sociedade para resolver a questão.

Um ponto importante do projeto, é o que pede ao Poder Executivo a assinatura de um convênio com o Governo Estadual estabelecendo Protocolo de Atuação em Caso de Desaparecimento de Crianças e Adolescentes, definindo o prazo máximo de 12hs, após o comunicado oficial da ocorrência, à requisição de todas as fitas das câmeras de vigilância - em ruas, residências, casas comerciais, transporte coletivo - no raio de 2 km do local e também promover fiscalização em todos os terrenos baldios da localidade no raio de 3km do evento.

Na trágica morte do menino Felipe, seu corpo foi encontrado em um terreno próximo a sua residência treze dias após a família comunicar que a criança havia desaparecido da porta da sua casa, na parte alta da capital alagoana, o que mostra a necessidade de aprovação do projeto.

Dia Municipal da Criança e do Adolescente Desaparecido

Um outro projeto, também apresentado pela vereadora Heloisa Helena e subscrito pelos vereadores Kelmann Vieira (PMDB), Dudu Ronalsa (PSDB) e Wilson Júnior (PDT), cria o Dia Mundial da Criança e do Adolescente Desaparecido, na data 16 de junho, exatamente quando desapareceu o menor Felipe Vicente da Silva.

A intenção ao criar a data, é aumentar a divulgação através dos meios de comunicação para que as crianças e adolescentes desaparecidos não sejam esquecidos, além de assegurar a realização de debates, palestras e campanhas com a divulgação de números e contatos das instituições de segurança pública, conselhos tutelares, disque 100 e demais órgãos responsáveis por contribuir com a elucidação do desaparecimento das crianças.

Painel Notícias © Todos os direitos reservados